Gordura no Sangue Sintomas: Como tratar e quais fatores de risco?

É extremamente ficar atento à gordura no sangue sintomas, pois o excesso de colesterol e triglicerídeos no sangue é um fator de risco para doenças cardiovasculares.

Por outro lado, os sintomas só podem aparecer após muitos anos, e com o tempo, as taxas elevadas provocam pouco a pouco a perda de elasticidade das artérias e reduz seu diâmetro.

Por isso, é importante agir preventivamente para evitar a obstrução das artérias ou para impedir a progressão de doenças existentes.

Para tirar suas dúvidas, vamos mostrar aqui desde os principais sintomas que indicam gordura no sangue até o que você pode fazer para evitar.

Gordura no sangue sintomas: quais são?

Muitas vezes, a gordura no sangue sintomas pode demorar anos para aparecer, sendo geralmente assintomática, e seu depósito nas artérias pode provocar doenças, por exemplo, infarto e AVC.

Para o diagnóstico correto, um exame de sangue é necessário, em razão de raramente causar sintomas perceptíveis.

No entanto, em casos mais graves, o excesso de gordura no sangue pode apresentar os seguintes sintomas:

  • Dores abdominais;
  • Alteração do estado geral;
  • Surgimento de erupções cutâneas;
  • Dor nas pernas e câimbras após uma caminhada;
  • Problemas de ereção.

Gordura no sangue sintomas: como tratar?

O médico, ao avaliar a gordura no sangue sintomas juntamente com os resultados dos exames, pode prescrever medicamentos para reduzir as taxas de colesterol e triglicerídeos.

Além disso, se o aumento da gordura é causado por alguma doença, como diabetes ou obesidade, por exemplo, é importante tratar a doença.

Segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia, os valores ideais em mg/dl são:

  • Colesterol total: abaixo de 190;
  • HDL: acima de 40;
  • Triglicerídeos: abaixo de 150.

Já os valores máximos de LDL (colesterol ruim) são determinados dependendo do grau de risco do paciente:

  • Risco baixo: abaixo de 130;
  • O Risco intermediário: abaixo de 100;
  • Risco alto: abaixo de 70.

Gordura no sangue: quais os fatores de risco?

Os especialistas identificaram uma série de fatores que favorecem o desenvolvimento de uma doença cardiovascular.

Esses fatores são levados em conta para determinar as taxas desejáveis do colesterol LDL:

  • Idade: mais de 50 anos para homens, e mais de 60 anos para mulheres;
  • Antecedentes familiares de doenças cardíacas;
  • Tabagismo;
  • Hipertensão não tratada;
  • Diabetes tipo 2;
  • HDL inferior a 40.

Gordura no sangue sintomas: dicas para evitar

O mais importante é adotar um estilo de vida saudável, o que significa manter uma alimentação equilibrada e praticar exercícios regulares.

Quando se trata de evitar gordura no sangue sintomas através da alimentação é porque, embora nosso corpo fabrique a maioria das gorduras, um terço provém dos alimentos.

Dessa forma, devemos não apenas comer menos gordura, como também substituir as gorduras saturadas por gorduras poli-insaturadas.

Por isso, prefira produtos frescos, legumes, frutas e carnes magras, como peixes e frango.

Além disso, reduza a quantidade de açúcar, de álcool, beba bastante água e evite o cigarro.

Só em mudar alguns hábitos, você verá uma grande diferença nas taxas de gordura no sangue.

Gordura no sangue sintomas: remédios naturais

Além de todas as dicas passadas acima, quais plantas ajudam a proteger seu coração?

Algumas plantas ricas em fibras podem contribuir na prevenção de doenças cardiovasculares, como por exemplo:

  • Aveia;
  • Alho;
  • Linhaça.

No entanto, convém geralmente respeitar um período de pelo menos duas horas entre o uso dessas substâncias e dos medicamentos.

Além disso, pessoas que tomam medicamentos para baixar o colesterol e triglicerídeos, devem consultar seu médico antes de tomar.

Assim como quem toma anticoagulantes devem evitar suplementos à base de alho.

Agora que você já entendeu tudo sobre gordura no sangue sintomas, e como dificilmente causa sintomas, a recomendação é que as pessoas façam exames laboratoriais anualmente.

Ou seja, pelo menos uma vez por ano, faça exames de sangue para acompanhar suas taxas de colesterol e triglicerídeos no sangue.

Dessa forma, você poderá evitar uma série de doenças e ter uma vida muito mais saudável!

 

Saiba Mais: Berinjela para Baixar Colesterol e Triglicerídeos